sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

A 2.ª ecografia... vesícula vitelina????

No dia 27 de Julho, regressei ao consultório para fazer a ecografia que iria confirmar o meu estado de graça. E foi quando fui surpreendida com esse nome fantástico que dão ao saco onde se instala o embrião: vesícula vitelina. Achei o nome um bocadinho estranho, que isto de ser comparada a uma vaca e o meu filho a um vitelo... mas também achei muita graça!
Eis a ecografia da 5.ª semana de gestação:
Nesta consulta, o médico mediu-me, pesou-me (1,72mt e 70kg), mediu-me a tensão arterial (de passarinho, como sempre) e deu-me os primeiros conselhos sobre cuidados a ter na gravidez. Disse-me que eu podia comer de tudo, sem excepção, desde que fosse tudo bem cozinhado, noemadamente carnes e ovos, e o que comesse cru deveria ser bem lavado. Perguntei se deveria usar amoquina para lavar alface e legumes que comesse crus. Respondeu que não, que basta lavar tudo muito bem e com muita água. Ainda me disse que podia comer marisco e fiambre, coisas que algumas grávidas têm receio de comer. Quanto ao alcoól, disse-me que podia beber um copo de vinho, uma vez por outra, em ocasiões especiais, dias de festa. Café, apenas 1 ou 2 por dia (regra geral tomo apenas 1 por dia e não é todos os dias). O tabaco é para abolir totalmente (como não sou fumdora, não é problema). Aconselhou-me ainda sobre como prevenir a toxoplasmose. O mais importante é afastar-me de gatos, principalmente das suas fezes, e não mexer na terra com as mãos. Desde esse dia deixei de cuidar dos meus canteiros de ervas aromáticas que tenho no jardim... queria plantar mais umas coisinhas, mas acho que vou ter de pedir ao Zé. No final, foi-me dado o boletim de saúde da grávida, onde o médico anotou peso, altura, tensão arterial e as informações da ecografia, e ainda um "Guia da Gravidez" e o "Diário da gravidez", que têm sido muito úteis para esclarecer algumas dúvidas. Não estranhem que até agora não tenha feito análises clínicas. Fiz análises em Maio, incluindo hormonais, em que se verificou que não sou imune à toxoplasmose, e o médico achou não ser necessário fazer novas análises.

Sem comentários: